Voltar Atrás

Reflexão da CP-4(a) - Cidadania e Profissionalidade

 


Informações Técnicas

 

Formando: Paulo Caldeira da Silva

Formadora: Ana Rita Raposo

Data: 13/Maio/2012

Área de Formação: Processos Identitários

Denominação/Código: CP-4

Curso: EFA-NS - Técnicos de Instalação de Sistemas Solares Térmicos (03) - Sertã

 

O que Aprendi

 

DR 1

- Fundamentação dos princípios de conduta na relação com o outro.

- Identificar atitudes de empatia e reacções solidárias face ao outro.

- A diversidade humana e cultural, devem ser encaradas como factores de enriquecimento e desenvolvimento nas sociedades contemporâneas.

- Distinguir condutas com e sem princípios.

- Identificar exemplos de manifestações de intolerância à diferença, tais como, o racismo, a xenofobia, a desigualdade entre géneros, a homofobia, a transfobia, o edaísmo, necessidades especiais, crenças religiosas, etc...

- Reconhecer a existência e necessidade de códigos deontológicos.

- Entre outros temas e subtemas que foram abordados neste DR 1 (Domínio de Referência).

 

DR 3

- Políticas públicas de inclusão social.

- Clarificar a importância do diálogo intercultural.

- Perceber que mecanismos e dispositivos existem de combate à discriminação, quer à escala nacional, quer internacional.

- Reconhecer o impacto social, cultural e económico dos fluxos migratórios em Portugal contemporâneo.

- Entre outros temas e subtemas abordados.

 

Como Aprendi

 

- Exposição oral da Formadora.

- Visionamento do filme “América Proibida”.

- Ficha de trabalho sobre a relação entre a identidade e a alteridade.

- Trabalho de grupo sobre as manifestações de intolerância à diferença e apresentação oral do trabalho sobre pessoas com deficiência física e/ou mental.

- Apresentações em PowerPoint.

- Pesquisas na Internet.

- Análise dos indicadores da proveniência de imigrantes, causas da imigração, a questão da sua identidade cultural, estereótipos e preconceitos, direitos e deveres, políticas de inclusão, “Português para todos”.

- Debates entre os colegas de curso e formadora, sobre os temas abordados.

 

Dificuldades Sentidas

 

Não senti muitas dificuldades nestes Domínios de Referência (DR1) e (DR3), dados pela formadora Ana Rita Raposo, visto abordar temas que eu já conhecia um pouco.

 

Reflexão

 


Na área de formação de Cidadania e Profissionalidade, na Unidade de Competências - Processos Identitários, abordamos variados temas e subtemas e, começando no domínio de referência 1, vimos o filme “América Proibida” de Tony Kaye, que nos serviu como base para debatermos as condutas com e sem princípios.

 

Concluímos que existiam várias situações de intolerância, como o racismo e a xenofobia de grupos neonazis que se autodefinem como contra outras culturas, considerando-se muito superiores e, perseguem e agridem verbalmente e fisicamente os estrangeiros e pessoas de outras raças, sem qualquer justificação, apenas porque consideram que o país é deles e os imigrantes são vistos como invasores.

 

Mas, apesar dos confrontos e conflitos mostradas no filme, houve uma reviravolta de atitudes por parte de um dos líderes do grupo, que era a personagem principal que, ao ser preso e ao conviver com a verdadeira realidade das coisas, ele muda radicalmente a sua forma de estar e agir, passando a ser mais tolerante, mostrando arrependimento por tudo o que fez anteriormente, porque percebeu que os seus ideais antigos que o guiaram para acções de intolerância, eram nulos e não faziam sentido algum.

 

Essa reviravolta radical no seu comportamento, acontece porque de repente percebe que precisa dos outros, sejam eles quem e como forem.

 

Enquanto o racismo, a xenofobia, a indiferença, o egoísmo, a intolerância, etc., são exemplos de condutas sem princípios, a solidariedade, a compaixão e a empatia são exemplos de condutas com princípios.

 

Ao ajudarmos os outros, colocarmo-nos no seu lugar e tentarmos atenuar ou minimizar o seu sofrimento, proporcionando-lhe assim, um sentimento de bem-estar e segurança, estes são actos que todos devíamos praticar de modo a vivermos pacificamente.

 

Debatemos em sala como nos devemos comportar, o que fazer para entendermos os outros e pormo-nos no lugar deles para que exista entendimento mútuo e uma maior compressão entre todos na sociedade em que vivemos e vimos ainda que apesar das diferenças, somos iguais e devemos ser tratados e tratar os outros com respeito.

 

Estes princípios da igualdade e da equidade, devem ser aplicados na prática, nos nossos actos, diariamente, porque as diferenças entre nós, são muito enriquecedoras.

 

Fizemos em grupo um trabalho no Word, sobre um dos temas propostos pela formadora, que no nosso caso tratámos o preconceito contra os deficientes físicos e/ou mentais, mostrando muito do que sofrem e como podemos alterar as nossas atitudes para que possam viver com mais dignidade e menos sofrimento.

 

No domínio de referência 3, estudámos os fluxos migratórios, o seu impacto no nosso país e vimos quais as causas que podem estar na origem da escolha do nosso país em busca de melhores condições de vida e mais oportunidades.

 

Também debatemos em sala, porque é que os imigrantes são vítimas de preconceitos e estereótipos e, principalmente em situações de crise económica e social, eles são considerados culpados injustamente.

 

Vimos algumas medidas de inclusão dos imigrantes, como por exemplo, o “Português para todos”, a necessidade de reconhecermos as suas habilitações, a inserção de imigrantes de 2ª e 3ª geração, entre outras.

 

Também tomámos conhecimento das várias instituições que apoiam e ajudam os imigrantes a integrar-se e combatem a discriminação, como por exemplo a CNAI, a ACIME, etc. e, fizemos uma ficha de trabalho sobre os direitos dos imigrantes e analisámos a necessidade de preservação da sua identidade cultural.

 

Gostei muito desta Unidade de Competências, não tive dificuldades com estes conteúdos e foi uma unidade que me trouxe uma evolução a nível cultural.

 

A formadora Ana Rita Raposo, com apenas 25 horas destinadas a esta UC (Unidade de Competências), com a vasta matéria a dar sobre estes temas, com os documentos fornecidos, os trabalhos práticos, etc., ainda assim, tentou sempre manter a nossa atenção, deixando inclusivamente tempo disponível para o debate entre os formandos, sobre as temáticas abordadas, por isso, da minha parte, está de parabéns.

 

Para melhorar esta UC, acho que deveria e bastaria ser aumentada substancialmente a carga horária da mesma, porque considero que é muita matéria a dar para tão pouco tempo disponível.

 


Clique no Banner (Imagem) seguinte para fazer o Download (Baixar), e depois, fazer a respetiva consulta no seu Computador ou Dispositivo!

 

Clique Aqui, para Fazer o Download do Arquivo ZIP, para Consulta!

 

Ficheiros Incluídos no Arquivo ZIP para Download e Consulta

 

Identidade e Alteridade - Paulo Silva.pdf

Manifestações de Intolerância à Diferença - Paulo Silva.docx

Reflexão da CP 4 - P. I. - A.R.R. - Paulo Silva.docx

 


Notas de Rodapé:

 


Atenção

Se utilizar algum texto quer das minhas Reflexões, quer dos meus Documentos que disponho para consulta e/ou download, não se esqueça de que não deve fazer o chamado (Literalmente, Copy-Paste) nos seus próprios documentos para o seu próprio bem!

 

Como deve calcular nenhum Formador ou Professor apoia essa ideia, até porque cada arquivo da autoria de cada um, tem os respetivos Direitos de Autor, utilize nos seus documentos palavras e frases suas, mesmo que utilize a estrutura e as ideias que vos deixo nos meus Arquivos, Textos e Reflexões, Obrigado!

 

Logotipo do Portefólio Reflexivo de Aprendizagem de Paulo C. Silva

 

 

 

Linha Separadora